Após uma semana, ex-secretária de Saúde do Cantá, RR, continua sumida

25/02/2016 às 03h02

Depois de uma semana, a ex-secretária de Saúde do Cantá, no interior de Roraima, Hadácia Alves, de 29 anos, continua desaparecida. A enfermeira sumiu após deixar a amiga Lana Leal em casa, na zona Oeste de Boa Vista.

Lana afirma que Hadácia sumiu após às 20h do dia 17. No dia 21, o carro dela foi encontrado com a chave na ignição em uma rua do bairro Nova Canaã.

"No dia 18 ela iria tirar as medidas de um terreno dela, no Cantá, mas sabemos que ela não chegou até lá porque sumiu em Boa Vista, antes de ir para o município e depois de me deixar em casa", relata Lana.

O desaparecimento está sendo investigado pelo Núcleo de Investigação de Pessoas Desaparecidas (Nipd) do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil.

Segundo a amiga, as buscas por Hadácia já foram feitas em hospitais e no Instituto Médico Legal (IML). A mãe e o tio dela, que moram no Pará, vieram ao estado para ajudar nas buscas.

"Todos os dias nós vamos a esses locais para conseguir informações sobre ela. Já sabemos que a probabilidade de achá-la com vida é pequena, mas queremos muito dar pelo menos um enterro digno a ela", disse Lana.

Desaparecimento

Hadácia, que é viúva, mora sozinha no Cantá. Por conta disso, o desaparecimento só foi notado ela amiga Lana no dia 19, quando ela tentou ligar para a amiga, mas o telefone deu desligado.

Quatro dias após o desaparecimento de Hadácia, o carro dela foi encontrado em frente a uma casa no bairro Nova Canaã. O veículo estava com o notebook, os cartões e vários outros bens da enfermeira.