Estudante de jornalismo some após deixar mulher na escola

13/05/2016 às 04h05

 

 

O estudante de jornalismo Carlos Luelinton da Silva, de 30 anos, desapareceu no fim da tarde dessa quinta-feira (12) em Boa Vista.

Segundo a mulher dele, Rozângela Colares, Luelinton sumiu após deixá-la na escola. O casal mora no Cantá, no Centro-Leste de Roraima. O caso já está sendo apurado pelo Núcleo de Investigação de Pessoas Desaparecidas (Nipd).

Conforme Rozângela, o marido nunca tinha passado tanto tempo fora de casa. O casal, que tem dois filhos, vive junto há 16 anos.

"Ontem [quinta] ele me deixou de moto na escola onde eu estudo por volta das 18h30, como sempre faz, e foi para a Universidade. Quando chegou a hora dele me buscar, lá pelas 22h30, ele não apareceu. Tento ligar, mas ninguém atende. Ele nunca ficou tanto tempo sem dar notícias", contou.

Após esperar pelo marido durante a noite, Rozângela decidiu registrar um Boletim de Ocorrência (BO) para formalizar o sumiço de Luelinton que é servidor público no Cantá.

"Estamos todos muito preocupados com ele. Realmente não sei o que pode ter acontecido. Já procurei em hospitais e no IML [Instituto Médico Legal], mas ninguém o viu", relata.

A assessoria da Polícia Civil confirmou o registro do BO e informou que o Nipd já iniciou as investigações para localizar o estudante. Informações sobre o paradeiro de Carlos Luelinton podem ser repassadas aos familiares pelo número (95) 991227617.